Pronto Atendimento: Estamos atendendo novos casos

+55 41 3087-7600

Como prevenir o AVC em diferentes faixas etárias

O Acidente Vascular Cerebral (AVC), também conhecido como derrame, é a segunda principal causa de morte no mundo, segundo a 30. O risco da doença aumenta com a idade, mas também pode ocorrer em pessoas jovens. Por isso, a prevenção é o melhor caminho para evitar os fatores de risco.

O AVC é uma lesão causada pelo rompimento ou entupimento das artérias que irrigam o cérebro. A falta de sangue pode causar danos às funções neurológicas e paralisar o paciente temporariamente.

Existem dois tipos de AVC:

  • Acidente vascular hemorrágico: este é o tipo mais grave e ocorre quando um vaso se rompe e causa um sangramento no cérebro, que pode ser dentro do órgão ou na região entre o crânio e o cérebro;
  • Acidente vascular isquêmico: pode ocorrer quando o fluxo de sangue em uma determinada área do cérebro é interrompido pela obstrução de uma ou mais artérias.

Existem diversos fatores de risco para um AVC e alguns como o envelhecimento, histórico familiar de doença cardiovascular ou cerebrovascular e menopausa, por exemplo, são considerados não modificáveis.

Por outro lado, os fatores de risco modificáveis são hábitos que podem ser alterados ao longo da vida ou doenças controladas e acompanhadas por médicos.

Os principais fatores de risco modificáveis de um derrame são:

  • Diabetes;
  • Hipertensão;
  • Colesterol e triglicérides elevados;
  • Tabagismo;
  • Álcool em excesso;
  • Estresse;
  • Obesidade;
  • Sedentarismo;
  • Apneia do sono;
  • Arritmias cardíacas;
  • Infarto do miocárdio.

O AVC é uma emergência grave e exige cuidados médicos imediatos. Por isso, é importante ficar atento a qualquer sintoma de início súbito, como:

  • Perda súbita de força muscular;
  • Dificuldade de movimentação;
  • Dor de cabeça muito forte e repentina;
  • Dormência na face, nos braços e pernas (geralmente em um lado do corpo);
  • Tonturas;
  • Perda da visão;
  • Náuseas e vômitos;
  • Dificuldade de fala.

Caso o paciente tenha qualquer um desses sintomas, ele deve ser encaminhado imediatamente para o Pronto Atendimento.

As células cerebrais danificadas não se regeneram, portanto o paciente deve ser atendido o mais rápido possível para evitar sequelas e danos mais graves. Além disso, quanto antes forem aplicados tratamentos terapêuticos, melhores as chances de restauração da fala, movimentos e outras funções.

Como prevenir o AVC em diferentes faixas etárias

O AVC é mais comum a partir dos 55 anos de idade, mas pode acometer pessoas de todas as faixas etárias. Por isso, é importante realizar exames de check-up para identificar os riscos de problemas cardiovasculares e o histórico familiar. 

Em alguns casos, o médico pode solicitar exames mais específicos e recomendar a mudança de alguns hábitos como forma de prevenção.

A doença também pode ocorrer em crianças e adolescentes, que apresentam maiores chances de recuperação. No entanto, nesta faixa etária o derrame está relacionado a outras condições, como anemia falciforme, cardiopatias congênitas e tromboembolismo, por exemplo. 

Nesses casos, o acompanhamento médico é fundamental para identificar os fatores de risco e prevenir a doença.

Confira algumas dicas de prevenção do AVC para diferentes faixas etárias:

20 anos

Nesse momento da vida, os jovens não costumam apresentar quadros de risco e, se existirem, devem ser tratados com extremo cuidado. No entanto, é importante começar a manter uma rotina de vida saudável, com a prática regular de exercícios físicos, alimentação balanceada e sem excesso de álcool.

Geralmente, é nesta faixa etária que as pessoas começam a fumar, o que deve ser evitado para prevenir não apenas o AVC, mas diversas outras doenças cardiovasculares e pulmonares.

30 anos

Aos 30 anos, as chances de ter um AVC ainda são pequenas, mas a prevenção continua fundamental. Nesse sentido, o controle do peso, alimentação saudável e exercícios físicos devem ser uma prática constante para as pessoas dessa faixa etária.

É importante ressaltar que o estresse e tabagismo são fatores de risco, portanto a pessoa deve ficar atenta a essas questões e parar de fumar o mais cedo possível para evitar futuros problemas de saúde.

40 anos

Nesta idade, os hábitos saudáveis devem ser mantidos e as recomendações médicas são as mesmas da faixa etária dos 30 anos. Porém, a partir desta idade, devem ser realizados check-ups e avaliações clínicas periódicas para monitorar a saúde do paciente com o objetivo de prevenir o AVC e outras condições que podem surgir.

50 anos

A partir desta faixa etária, o ideal é realizar uma avaliação médica regular de todos os fatores de risco. Se o paciente tiver doenças como diabetes ou hipertensão, por exemplo, essas condições devem ser acompanhadas e combinadas a um estilo de vida saudável.

Hospital Marcelino Champagnat

A medicina preventiva é importante para manter a qualidade de vida e evitar tratamentos mais agressivos para doenças. Com a prevenção, é possível controlar os fatores de risco e reduzir as chances do surgimento de doenças graves.

Por isso, o diagnóstico precoce é fundamental para detectar as condições ainda em fases iniciais e evitar sequelas do AVC, por exemplo. Uma das maneiras mais efetivas de prevenção é realizar o check-up médico periodicamente.

No Hospital Marcelino Champagnat, o check-up vai muito além de um simples exame de sangue e oferece uma série de consultas médicas e exames em um único dia, no mesmo local. 

Para proporcionar um atendimento personalizado, são levados em consideração a faixa etária, sexo, hábitos de vida e histórico familiar do paciente, com o objetivo de prevenir problemas de saúde que podem aparecer no futuro.

Durante o check-up no Hospital Marcelino Champagnat, o paciente é acompanhado por um concierge durante todo o dia e recebe um tratamento personalizado. O suporte ao paciente também é realizado após o atendimento e podem ser agendados novos exames e consultas, se necessário.

O cuidado continuado faz toda a diferença no atendimento e na promoção da saúde do paciente, pois são reunidas todas as informações para garantir o melhor resultado possível para os exames e consultas realizados.

A prevenção do AVC pode ser realizada com o check-up no Hospital Marcelino Champagnat. Conheça os protocolos e tipo de serviços disponíveis e aproveite as vantagens do atendimento personalizado.

Compartilhe nosso post!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp

Grupo Marista unifica direção dos hospitais Universitário Cajuru e Marcelino Champagnat