Saiba mais

Pronto Atendimento

Conheça a classificação de prioridade do nosso Pronto Atendimento:

Emergência

Pacientes cujo atendimento não pode aguardar. O atendimento precisa ser imediato.

Muito urgente

Pacientes que precisam ser atendidos o mais rápido possível. Atendimento em aproximadamente 10 min.

Urgente

Pacientes com necessidade de atendimento rápido, mas que podem aguardar. Atendimento em aproximadamente 30 min.

Pouco urgente

Pacientes que podem aguardar atendimento por algum tempo. Atendimento em aproximadamente 90 min.

Não urgente

Pacientes que podem aguardar ou procurar atendimento eletivo. Atendimento sem estimativa aproximada de tempo.

Pacientes em estado de emergência têm prioridade e poderão passar na frente de outros pacientes que estão na fila de atendimento.

O Pronto Atendimento é um serviço exclusivo de emergência. Por isso, não realizamos:

  • Atendimentos eletivos, como investigação de queixas crônicas.
  • Emissão de atestados e exames físicos para concursos e atividades físicas.
  • Prescrição de medicamentos controlados para uso contínuo.
  • Testes de gravidez.
Tempo de Espera
Saiba mais

Pronto Atendimento

Conheça a classificação de prioridade do nosso Pronto Atendimento:

Emergência

Pacientes cujo atendimento não pode aguardar. O atendimento precisa ser imediato.

Muito urgente

Pacientes que precisam ser atendidos o mais rápido possível. Atendimento em aproximadamente 10 min.

Urgente

Pacientes com necessidade de atendimento rápido, mas que podem aguardar. Atendimento em aproximadamente 30 min.

Pouco urgente

Pacientes que podem aguardar atendimento por algum tempo. Atendimento em aproximadamente 90 min.

Não urgente

Pacientes que podem aguardar ou procurar atendimento eletivo. Atendimento sem estimativa aproximada de tempo.

Pacientes em estado de emergência têm prioridade e poderão passar na frente de outros pacientes que estão na fila de atendimento.

O Pronto Atendimento é um serviço exclusivo de emergência. Por isso, não realizamos:

  • Atendimentos eletivos, como investigação de queixas crônicas.
  • Emissão de atestados e exames físicos para concursos e atividades físicas.
  • Prescrição de medicamentos controlados para uso contínuo.
  • Testes de gravidez.

Robótica garante precisão milimétrica em cirurgias urológicas

Hospital investe na aquisição de robô para realizar cirurgias minimamente invasivas, com menor tempo de internação do paciente, e aposta na qualificação profissional de médicos

A tecnologia associada à saúde está melhorando a eficiência e reduzindo os riscos e até mesmo os custos de procedimentos e tratamentos. A robótica tem sido cada vez mais uma aliada dos profissionais, garantindo mais precisão, agilidade e segurança aos profissionais que realizam cirurgias delicadas em que a exatidão milimétrica atingida pelo robô faz diferença para evitar possíveis sequelas ao paciente.

O Hospital Marcelino Champagnat, em Curitiba (PR), investiu na aquisição da plataforma robótica da Vinci X. As primeiras cirurgias já foram marcadas para o dia 4 de maio e serão de urologia. O robô possibilita uma visão tridimensional, 20 vezes maior que a humana, e deixa os movimentos mais precisos. “Em algumas cirurgias, como a de próstata, isso faz muita diferença, já que a precisão dos braços do da Vinci X tem potencial de preservar mais os nervos da ereção e os músculos da incontinência urinária, minimizando os riscos, já que são estruturas muito pequenas”, explica o urologista Anibal Branco.

Pesquisas indicam que pacientes apresentam menos complicações de incontinência urinária e disfunção erétil quando feita com o robô, além de reduzir o tempo de internação de três para um dia.

Além das cirurgias de próstata, a robótica é uma grande aliada em cirurgias de tumores renais. Ela possibilita a retirada apenas dos tumores, preservando o rim, inclusive em casos muito complexos, em que outras técnicas exigem a retirada do rim inteiro.

Capacitação

Diante de todos os benefícios que as cirurgias com a plataforma robótica da Vinci X possibilitam ao paciente, o Hospital Marcelino Champagnat também irá realizar cursos de capacitação em cirurgia robótica. Diferente de outras especializações que só permitem a realização do curso todo de uma vez, o hospital irá realizar a qualificação em três módulos, com professores e mestres dos hospitais Marcelino Champagnat, ABC, Albert Einstein e Sírio Libanês e com diploma emitido pela PUCPR.

O primeiro módulo acontecerá nos dias 13, 14 e 15 de maio. Nos dois primeiros dias, serão abordados os temas gerais da cirurgia robótica aplicáveis às especialidades diversas. Já no dia 15, os participantes irão acompanhar uma cirurgia ao vivo (via streaming). Nesta primeira etapa serão apresentados e discutidos os procedimentos de urologia, mas a inscrição neste momento permitirá acesso às aulas específicas da especialidade de interesse dentro do cronograma previsto para os próximos meses: Cirurgia Geral e Aparelho Digestivo, Cirurgia Torácica, Cirurgia Oncológica, Ginecologia).

O segundo módulo do curso, possibilitará ao aluno fazer uso do simulador em realidade virtual e assistir a procedimentos e o último módulo será totalmente voltado à prática, com o aluno acompanhando presencialmente cirurgias robóticas e realizando cirurgias com a presença de um proctor (preceptor). “Nossa intenção é difundir a metodologia. Como instituição assistencial, mas também vinculada ao ensino, queremos capacitar cada vez mais profissionais para que os avanços da medicina cheguem ao maior número de pacientes. Como o primeiro módulo é online, é possível fazer de qualquer cidade e os outros serão marcados conforme agenda do aluno, ficando mais fácil a realização e, inclusive, que o paciente atendido por ele seja trazido para operar na nossa instituição”, explica o gerente técnico do hospital, Rogério Fraga.

Serviço: Curso de Formação de Cirurgia Robótica

Módulo I: 13, 14 e 15 de maio, aulas online

Horário: 19h às 21h

Inscrição:https://www.hospitalmarcelino.com.br/formacao-em-cirurgia-robotica/ 

Informações: [email protected] ou 41 99279-6186

Compartilhe nosso post!

Sociedade de Endocrinologia recomenda restrição na suplementação de vitamina D 

Combustível para salvar vidas: doações de sangue são essenciais para manter sistema de saúde 

V Congresso Internacional Ibero-Americano de Bioética acontece em Curitiba 

Higienização das mãos: um dos pilares da segurança para o paciente

Hospitais de Curitiba recebem prêmio de excelência em saúde

Você sabia que 40% dos casos de câncer poderiam ser prevenidos evitando fatores de risco?
Novo equipamento faz mapeamento do coração em 3D que oferece maior precisão. Hospital Marcelino Champagnat é o único do Paraná a dispor dessa tecnologia.
O evento terá duração de três dias, finalizando em 11 de março. A última edição aconteceu em formato on-line e, por isso, as datas mencionadas marcam o retorno presencial do Congresso, que dessa vez será em São Paulo – SP.
A arritmia cardíaca é uma condição caracterizada pela falta de ritmo nos batimentos do coração. Ela pode ser sintoma de algum problema (físico ou psicológico) para o organismo ou fruto de um desequilíbrio do próprio órgão.
Nova regra da Fifa prevê retirada do jogador da partida após pancada na cabeça; 13% das contusões graves do Mundial de 2018 foram de choques na cabeça e região cervical
Você conhece as causas do esquecimento e quando é o momento ideal para procurar um neurologista? Saiba já com nosso especialista.
Câncer de próstata levou a 44 mortes diárias de brasileiros em 2021, mas doença não é a única que recebe diagnóstico tardio pela falta de acompanhamento médico dos homens
Ex-técnico da Seleção Brasileira de Futebol, Felipão, faz palestra nos hospitais Universitário Cajuru e Marcelino Champagnat.
Estudos indicam que casos de demência podem triplicar até 2050; esquecimento nem sempre está presente entre os primeiros sintomas da doença
Confira os sintomas e situações que são indicativos para a busca do Pronto Atendimento do Hospital Marcelino Champagnat
Recomendado é fazer uma consulta antes da viagem e providenciar receitas médicas em inglês para não passar apertos
Procedimento pioneiro no Paraná foi realizado no Hospital Marcelino Champagnat e é indicado para pacientes com alto risco cirúrgico
Resistência a antibióticos pode levar à morte de 10 milhões de pessoas por ano a partir de 2050
Apesar de menos nocivo que o cigarro comum, dispositivo oferece risco de infarto e doenças pulmonares
Casados há 64 anos, Izan e Albanita ficaram 12 dias separados; melhora foi significativa após equipe de saúde unir os dois
30% das pessoas que sofrem de hipertensão desconhecem o diagnóstico por falta de sintomas
Número de testes caiu durante a pandemia; tratamento garante qualidade de vida, mas preconceito contra infectados ainda é grande